Se você está cansado destes filmes dessa geração Power Rangers, venha conhecer um blog que só vai abordar filmes mais antigos da Sessão da Tarde. São comentários bem humorados envolvendo filmes e a vida.

44 - Dirty Dancing - Ritmo Quente

Semana passada li uma reportagem no jornal dizendo que o Patrick Swayze está com câncer e que tem pouco tempo de vida. Não sei se essa informação é confiável, mas me inspirei e fiz este post em sua homenagem. Força Swayze!


Original: Dirty Dancing

Lançamento: 25/09/1987

Atores: Patrick Swayze
Jennifer Grey

Diretor: Emile Ardolino




Não, esse filme não é sobre pessoas sujas dançando ou sobre funkeiros. Apesar de estarem suadas e fedorentas, com aquele bigode de suor... eca! (em toda família, sempre tem uma tia avó que tá sempre com bigode de suor, ou apenas com bigode). Confesso que não sou fã e só fui ver esse filme alguns dias atrás na Globo. E não é que com grande surpresa que... continuei achando o filme chato. Mas a mulherada deve adorar, “ui, olha o Patrick Swayze dançando! Que bundinha!”. Pra variar o que salva esses musicais são as músicas (dã!). E... é isso.

Veja o trailer da época (época de Spy vs Spy na revista MAD).



Pra variar neste tipo de filme, o que mais tem são pessoas dançando. Ou treinando para dançar, porque sempre tem um mobral que não sabe nem dar dois passinhos pro lado (como se eu fosse o rei do mambo). Engraçado que tem umas cenas deles treinando dança que parece aqueles treinamentos de filmes do Van Dame, no meio de troncos, dentro do lago... de onde vem isso? Será que é tão difícil dar uns passinhos numa academia de dança. Só faltava aparecer uma mistura de sr. Miyagi com Carlinhos de Jesus pra filosofar sobre a importância da dança para a coesão do planeta Terra (nossa, viajei). Vejam abaixo a aula “no mato” de dança (o vídeo tem uma montagem escrota, mas ignorem).



Filme que bombou Patrick Swayze e o tornou-se um sex symbol da mulherada (pelo menos na época que elas usavam mullet e laquê). O maior mérito dele é ter aprendido a dançar que nem uma libélula, ainda mais usando aquele colan que salienta as nádegas (putz que bichice). Quem faz o par romântico e pé de valsa é a atriz Jennifer Grey (quem?). Não conheço e hoje em dia deve vender paçoquinha em sinal em Hollywood. Mas uma coisa é certa, ela é uma mulher SEM: sem sal, sem bunda, sem peito, sem nada. Acho que 1987 deve ter sido um ano fraco para as mulheres. Demi Moore e Michele Pfeiffer deviam estar de férias. Abaixo uma cena onde a SEM treina os passinhos (sorte que o Patrick Swayze fez Ghost com a Demi Moore).



O filme é sobre uma rixinha entre os riquinhos e os pobrinhos (parece aqueles seriados estilo Barrados no Baile que passa na Warner). Onde o Patrick Swayze é um dançarino em um clube de ricos e é esculachado por todos. Mas então ele começa a dar aulas de dança para a filha de um dos riquinhos. E aí todos dançam, e bebem e dançam,e sei lá mais o que, e etc. E é isso, não lembro mais do filme e tchau.

Cena Inesquecível: Pessoalmente eu nem lembrava direito do filme quanto mais de alguma cena marcante. Por isso coloquei a dancinha final no baile (nossa! um baile no fim de um filme, nunca vi isso... que original)

Veja a cena da Final Party (a jogadinha de cabeça da menina beira o ridículo, mas... anos 80 tem desconto).



Curiosidade: O filme foi relançado nos cinemas americanos em 1997, após uma grande campanha feita por telespectadores através de um programa americano de entrevistas (nossa, quem votou nessa eleição? Homer Simpson?hehehe... só uma desculpa pra botar o homer no blog).

Mudando de Assunto:

Filmes com vaca:
Top Secret, Eu, eu mesmo e Irene e Twister.

Marcadores:

Gabarito: Atores Invisíveis I

É galera, ninguém falou que seria fácil. Mas valeu pela participação de todos. Alguns quase chegaram lá, mas o último não chegaram nem no chute. Vão estudando os filmes que depois teremos mais desafios.

CLUBE DOS 5

BRUXA DE BLAIR

BELEZA AMERICANA

Atores Invisíveis I

Não este post não é sobre aquele ator que todos ignoram e que hoje em dia é frentista de posto. É mais um passatempo do Sessão da Tarde. Parece que em alguns filmes os atores ficaram invisíveis. Alguém sabe que filmes são esses? São filmes que não necessariamente passaram na Sessão da Tarde, mas tem um que já foi sucesso. Alguém chuta os nomes dos filmes? O vencedor ganha menos 10 minutos de sua vida. Vamo lá galera!!!



43 - Trocando as Bolas

"Gostaria de agradecer aos suditos que votaram em mais um filme meu. Serão recompensados com a minha presença neste post. Para os que votama no meu ridículo concorrente, já podem se despedir dos seus familiares e amigos, pois a lâmina da guilhotina já está sendo afiada."


Original: Trading Places

Lançamento: 08/06/1983

Atores: Eddie Murphy
Dan Aykroyd
Jamie Lee Curtis

Diretor: John Landis


“Todos de pé para Vossa Majestade”. Mais uma vez o Rei está de volta com um dos melhores filmes em Vosso vasto reinado. Apesar de não ter tido tanto sucesso quanto outros filmes da Sessão da Tarde, acho essa comédia uma das melhores de Eddie. Adorava aquela confusão na bolsa, não entendia nada, mas achava engraçado (até hoje também não entendo, só espero que a minha corretora da bolsa entenda...). Na época, também não entendia como laranjas poderiam valer tanto (na feira era tão baratinhas).

Vossa Alteza não autorizou o trailer do filme, por isso resolvemos de livre e espontânea obrigação colocar uma cena dele (ratifico não fui obrigado a fazer isto, nem fui ameaçado por seus capangas de Hollywood). Veja a cena de Eddie “Lee” (vejam e saberão porque):



Esse filme tem uma cena melhor que a outra. Adoro quando os policiais levantam o “aleijado” Eddie, aparecem suas pernas e ele começa a gritar “É um milagre! Milagre! Deus seja louvado!” (será obra do Bispo Macedo? Olha o processo!). Outra cena boa é quando eles prendem o ”bandido” numa jaula junto com um gorila, mas o detalhe é que ele estava vestido de gorila “menina” (deve ter sido caliente a noite). Mas não podemos esquecer do Dan Aykroyd quando fica bêbado vestido de Papai Noel. Abaixo a cena onde o Eddie descobre sobre a aposta e o nosso Papai “Cana” Noel (ahaha... ele comendo por entre a barba é hilário...):



Bem o elenco desse filme é 10. Eddie dispensa apresentações, afinal ele é o nosso Rei. Foi o segundo filme da carreira de Vossa Alteza, o primeiro foi 48 Horas. Dan Aykroyd (ainda magrinho) está num dos melhores papeis da sua carreira, junto com o Ray de Caça-Fantasmas. Jamie Lee Curtis também está muito engraçada como a prostituta que ajuda a armar o golpe dos dois velhinhos babões. E ainda tem o ator Denholm Elliott que faz o mordomo (não, não foi ele o culpado no final), não sabe quem é ele? Ele fez o atrapalhado dono do museu, Marcus Brody, em Indiana Jones (será que ajudei?). Abaixo uma cena deletada do filme:



A história é sobre os irmãos Duke que apostam que um deles conseguiria transformar um mendigo em um rico corretor da bolsa e o corretor em mendigo (sacaram? Trocando as bolas... querem que em desenhe?). Então eles armam para o corretor Winthorpe III e contratam o ex-aleijado Valentine. Mas Valentine descobre tudo e junto com Winthorpe resolvem roubar informações dos Duke’s e falirem a empresa deles. No fim, fica aquela zona na bolsa sobre compra, venda, ações, laranjas... e os velhos foram pra sarjeta (bem feito, era melhor terem ido pro bingo ou pros bailinhos de 3ª idade).

Cena Inesquecível: A cena do trem, onde Eddie e sua turma tentam roubar as informações sobre as ações dos Duke’s. Eles se disfarçam de camaronês cantor, alpinista “comissão de frente” suíça, padre escocês alcoólatra e jamaicano maconheiro. Descubra quem é quem.

Abaixo a cena 007 (muito bom a cantoria do camaronês):



Curiosidade 1: Os irmãos Duke’s aparecem como mendigos no Príncipe de Nova York, quando o Eddie deixa um maço de dólares com os dois mendigos. Um deles aparece felizão do lado de fora do restaurante onde o príncipe Akeem (Eddie) janta com a McDowell.

Curiosidade 2: Vejam estas fotos abaixo e vêem se notam algumas semelhanças entre os dois irmãos Duke’s e esses muppets do Muppet Show. Quem inspirou quem? Nunca saberemos a verdade.

Mudando de assunto:

Filmes com cocaína:
Pulp Fiction, Senhor das Guerras e Cidade de Deus.

Marcadores: