Se você está cansado destes filmes dessa geração Power Rangers, venha conhecer um blog que só vai abordar filmes mais antigos da Sessão da Tarde. São comentários bem humorados envolvendo filmes e a vida.

49 - Harry, um Hóspede do Barulho

Calma pessoas, eu não morri, não fui escrever no Blog Cinema em Casa e nem acabou minha lista de filmes. Apenas estive, como um bom porco capitalista, trabalhando duro por alguns centavos diários. Não sumam, não coloquem o blog na lista "Não Favoritos". Vou tentar atualizar mais vezes. Fui!!!

Original: Harry and the Hendersons

Lançamento: 05/06/87

Atores: John Lithgow

Diretor: William Dear


“Mãe, a gente pode ter um pé grande?”. Depois desse filme, muitas crianças devem ter enchido o saco dos pais por um pé grande. E os pais deviam responder: “Ah é! E quem vai trocar o jornal e passear com ele?” (vejam os problemas que Hollywood causam nas famílias). Achava irado o pé grande destruir toda a casa e depois fazia aquela carinha de inocente, com um sorrisinho. Esse filme é bem estilo Disney, mas sem as mensagens subliminares e os patos sem calças.

Veja o trailer da época (época de luvinha da Madonna).



Bem, as melhores cenas são do Harry destruindo a casa, arrancando os veados (animais, estilo Bambi... só pensam bobagens) e enterrando no quintal, amassando o teto do carro pra caber o seu cabeção, comendo os peixinhos dourados (casa americana sempre tem peixinhos dourados... acho que eles vêem muitos desenhos animados). Tem também um momento “Ohhhhh... que bonitinho”, quando o Harry dá uma outra flor à filha Henderson, depois dele ter comido a outra que ela ganhou na sua festa de 15 anos. Abaixo uma cena onde o Harry destrói a casa e a família tem o seu primeiro contato com o pé grande (detalhe pro óculos do moleque, coitado parece o Clark Kent).



Esse filme tem um ator que gosto muito, mas quase não fez muitos filmes: John Lithgow. Ele é muito bom em comédias, mas tem um suspense, Síndrome de Caim, que ele tá assustador (ui, nem dormi direito com medo). Outro ator desse filme é um dos velinhos de Cocoon, aquele que mora no asilo com os outros velinhos... sei lá... são todos meio parecidos. O garotinho da família é muito figura com os óculos gigantes e falando pra caralho, parece que tinha tomado um ácido. Abaixo uma cena engraçada com o francês caçador de pés grandes (homens... preparem pra fazer cara de dor).



A história é bem simples, sobre uma família que encontra um pé grande e o leva pra casa. Ele destrói tudo, a família começa a gostar dele, tem um caçador malvado que quer capturá-lo pra ganhar uma boa grana. Todos os elementos de uma engraçadinha comédia familiar. Mas no fim aparecem uns aliens que viviam em casulos... peraí, esse é outro filme (culpa daquele velinho do Cocoon). Na verdade, no fim o pé grande volta pra floresta e encontra sua família... (Ohhhhh! Que bonitinho).

Cena Inesquecível: uma das cenas finais quando os Hendersons precisam fugir do caçador e o Harry imita uma sirene pra abrir o trânsito (ainda bem que não era São Paulo, senão ia tá até hoje no trânsito).

Veja a cena da sirene gritante (meio gay essa parada de imitar sirena... deve ser por isso que os pés grandes estão extintos...):



Curiosidade: Pelo incrível que pareça esse filme ganhou um Oscar!!! É... por melhor maquiagem em 1988. E também rendeu uma série de tv que ficou no entre 1991 e 1993, estrelando como pai aquele político anti-mutante do X-man.


Mudando de assunto:

Filmes com espadas:
Kill Bill, Highlander e o desenho Hércules.

Marcadores: