Se você está cansado destes filmes dessa geração Power Rangers, venha conhecer um blog que só vai abordar filmes mais antigos da Sessão da Tarde. São comentários bem humorados envolvendo filmes e a vida.

48 - O Vôo do Navegador

Filme escolhido pelo Thiago Joguinhos vencedor da Promoção Luz, Câmera e Ãção... (IV). Se vocês não lembrarem deste filme, tudo bem, eu também não me lembro...

Original: Flight of the Navigator

Lançamento: 30/07/1986

Atores: Joey Cramer
Sarah J.Parker

Diretor: Randal Kleiser





Eita, tenho que reconhecer que não me lembrava deste filme escolhido. Lembro que já vi, mas não achei dos melhores. Mas como toda criança da época, imaginava pilotar uma nave espacial. Ganhei muitos galos na cabeça por ficar debaixo da mesa de jantar fingindo voar pelas galáxias (não, eu não tomava drogas e nem freqüentava raves). Engraçado como foram feitos vários filmes de aliens nos anos 80, acho que rolou uma ressaca dos chás de cogumelos dos anos 70. “Pô bicho, acho que vi um alienígena e... humm... é... me passa mais um pouquinho desse chazinho...”.

Veja o trailer da época (época de Mocotó Embasa).



Esse filme é típico da Disney com muita fantasia e no fim dá vontade de chorar (só chorei no filme do Bambi, tá). Outra característica é ter vários bichinhos, que na época bombavam como fantoches estilo Muppets. Abaixo tem uma cena onde mostra vários bichinhos, desde um verme resfriados até um morcego mexicano que deve ter fumado umzinho e bebido muita tequila (são as mensagens subliminares da Disney... uuuhhh!).



Joey Cramer é quem interpreta o garoto-navegador (ele parece o garoto que fez ET, mas não é) e só, ele não fez mais nada de bom. Fez mais 2 filmes e outros 2 pra tv que devem ser bons... Nenhum filme pra tv é bom, sempre parece que foi filmado num sótão e os atores estão sempre mau maquiados com laquê e batom de traveco (nada contra os Ronaldinhos da vida). Bem, os outros “atores” são as vozes dos bichinhos e do robô que controla a nave. Abaixo, o início dessa aventura quando o garoto vira o navegador (péssima tradução!!!).



O filme conta a história de David que desaparece por 6 anos após encontrar uma nave espacial, ele volta sem envelhecer e precisa voltar no tempo antes que ele fique preso no presente (nossa que complicação). David fica amigo do robô que pilota a nave e partilha a cultura terrestre com ele. E na verdade, não lembro de mais nada desse filme, mas no final descem os créditos (fim de post é foda, acabam a piadinhas boas).


Cena Inesquecível: Cena em que a nave faz um pit stop em um posto e um gordão fica estático, quase babando.

Veja a cena do “boladão”(sempre tem um turista mala nessas viagens).



Curiosidade: Sei que a Sarah J.Parker faz esse filme, mas não me lembro e nem ela deve querer se lembrar (Thiago e leitores, vocês se lembram dela no filme? me avisem).

Mudando de assunto:

Filmes com girafas:
Madagascar, Todo Poderoso 2 e Os Deuses devem estar Loucos.

Marcadores:

Resultado: Promoção Luz, Câmera e Ação... (IV)

Fala rapaziada, ando sumido... é que só me deixaram sair da senzala agora. Por isso, vou ser rápido antes que o meu capataz me mande fazer uns 20 trabalhos e virar mais umas 50 noites. O felizardo e criativo dessa 4ª Promoção foi o Thiago dos Joguinhos (não, ele não me subornou com um PSIII, mas se ele quiser fazer uma doação, será muito bem vinda). E você sabe que aqui quem ganha pede o filme.

E o próximo filme a ser postado aqui é o ________________ (preenche aqui Thiago).

47 - Ghost- Do Outro Lado da Vida

Original: Ghost

Lançamento: 13/06/1990

Atores: Patrick Swayze
Demi Moore
Whoopi Goldberg

Diretor: Jerry Zucker


“Ooooooh… my lovi, my darling…. ummu mmumu…” (que isso, mandei muito no inglês!!). Filme que agrada 10 entre 9 mulheres pesquisadas (uma tinha personalidade dupla). Esse filme marcou época, quantos moleques vi dando cabeçada em parede achando que era fantasma, fazendo bobagem e achando que estavam invisíveis. Lembro que tinha medo daquelas sombras que vinham buscar os bandidos mortos, tinha uns gritinhos, macabro... mas eu não dormia de luz acessa (só com a porta entreaberta e minha mãe do meu lado até eu dormir... só isso).

Veja o trailer do filme (época daquele fdp de cubo mágico, maldito!!!).



A cena mais engraçada é quando a Whoopi Goldberg vai doar o cheque pra caridade, muito bom ela disputando o cheque com a madre. Mas nem tudo é comédia, conheço pessoas que tem trauma deste filme por causa daquele fantasma do metrô. Realmente aquele cara dava medo, além de ser feio pra chuchu (gíria de velho). Meu sonho era poder saltar dentro do metrô igual ao fantasma (é melhor do que ficar espremido com a cara na porta). Abaixo uma cena do professor feioso ensinando o Sam a encostar nas coisas.



Esse filme tem um elenco muito bom. Patrick Swayze faz o fantasminha camarada e uma dupla muito engraçada com a Whoopi Goldberg. Essa sim bombou nesse filme, após fazer um papel dramático em A Cor Púrpura, Whoopi se mostrou muito bem como comediante, tanto que ganhou o Oscar de melhor atriz coadjuvante. Mas Demi Moore é show, muito gatinha (e olha que nem gosto de mulher de cabelo curtinho) fazendo o papel da Molly (se ela me desse mole, pegava. Horrível essa). Abaixo uma ótima cena com a Whoopi Goldberg (ela se trancando no armário é hilário):



A história é sobre Sam que é assassinado e volta do além para salvar sua esposa Molly que também corre risco de acabar a 7 palmos do chão (não, não é na China). Sam então pede ajuda a uma médium charlatã, Oda Mae (não é um personagem do Guerra nas estrelas), que consegue ouvi-lo. Quando Molly se convence que Oda Mae não é uma maluca, ela começa a descobrir porque seu marido foi morto. No fim, com a ajuda de Sam, os bandidos são mortos e são sugados pelas sombras negras... medo!! (droga, agora vou ter que chamar minha mãe pra vir dormir comigo).

Cena Inesquecível: Cena clássica onde Molly tá fazendo o vaso da vida dela, que seria exposto em Nova York e ela ganharia milhões $$$, mas o Sam “taradão” desmancha tudo pra um prazer carnal momentâneo (bem, pra mim valeu a pena).

Abaixo a cena do Sam “no cio” (o vaso não lembra o caneco da copa do mundo de 94?):



Curiosidade: Molly Ringwald, Meg Ryan e Nicole Kidman fezeram teste para o papel de Molly. Enquanto o papel do Sam foi recusado por Bruce Willis porque achou que o filme não faria sucesso (ah... careca safado).


Mudando de assunto:

Filmes com tanque de guerra:
Resgate do Soldado Ryan, Hulk e Indiana Jones 1.

Marcadores: