Se você está cansado destes filmes dessa geração Power Rangers, venha conhecer um blog que só vai abordar filmes mais antigos da Sessão da Tarde. São comentários bem humorados envolvendo filmes e a vida.

40 - Corra que a Polícia Vem Aí 1

Original: The Naked Gun: From the Files of Police Squad!

Lançamento: 02/12/1988

Atores: Leslie Nielsen
Priscilla Presley

Diretor: David Zucker




Chamem o ladrão!!! Com uma polícia destas só o Beira-Mar dá jeito. Mais um clássico do bom humor, esse filme é um primor do besteirol. É mais um filme que não canso de ver. Teve um amigo meu que chegou ao cúmulo de ver o filme inteiro no motel, deixou a menina na mão (com trocadilho) e ficou rindo a toa (repito: amigo meu... seus pilantras). Ainda tem gente que fala que o filme é sem graça... essas pessoas gostam de Praça é Nossa e morrem de rir com o Amauri Jr. (que tristeza... depois entram num cinema, matam 100 e não sabemos o porquê... falta de bom humor, e chega que tô me estressando!). Vamos ao filme.

Veja um trailer da época (época de jujuba Leão e Delicado).



Putz, são tantas cenas boas que teria que ter um blog próprio só pra falar delas. Mas vou tentar. Adoro a cena que o Frank Drebin finge ser um árbitro e fica revistando e apalpando os jogadores durante o jogo (muito gay). Ele matando o peixe com a caneta também é fodona. Outra cena irada é quando o nosso policial do ano resolve dar uma mijadinha com o microfone de lapela (o melhor é o peidinho no final). Mas também temos cenas românticas com a ex do Elvis. Abaixo o “só love” dos pombinhos (gruuu...).



Filme que consagra Leslie Nielsen como o ator de besteirol, mesmo não sendo seu primeiro filme comédia pastelão, já tinha feito um pequeno papel como o médico de Apertem os Cintos, o Piloto Sumiu. Quem estréia na telona é a ex-sra. “The Pelvis”, Priscilla Presley, que faz muito bem o papel de mulher loira burra (desculpem a redundância tripla). Mas quem rouba, estupra e mata a cena do filme é o ex-jogador, assassino e fugitivo nas horas vagas, O.J. Simpson. Pra falar a verdade, eu achei ele muito engraçado, acho que ele foi absolvido, pelo assassinato da mulher, por causa do filme. Os jurados devem ter lembrado dessa cena clássica (haha... o melhor é a tinta fresca...).



Após uma tentativa de assassinar o detetive Nordberg (O.J. se vingou na mulher dele), Frank Drebin começa uma investigação que acaba convergindo com um plano de assassinar a Rainha Elizabeth II (que passa o filme todo calada e comendo cachorro-quente). Durante a investigação, conhece a bela Jane, que consegue ser mais atrapalhada que o Frank. No fim, o assassino é um jogador de baseball que escondeu uma arma debaixo de uma das bases (porra! a arma era de papel?). Mas Frank detém o assassino, resgata a donzela e manda seu parceiro Nordberg de volta pro hospital (haha... a cadeira de rodas descendo a arquibancada).

Cena Inesquecível: Cena em que Frank Drebin acaba com todos os Aiatolás, Ditadores, Russos, Reis Africanos, Osamas, Chaves, Kikos... (inevitável essa). É um verdadeiro herói norte-americano e com certeza daria um melhor presidente que o Busha.

Veja a cena estilo 007 (gostei do punk do Aiatolá).



Curiosidade: O filme é baseado na série de tv, Police Squad de 1982, de onde surgiu o personagem Detetive Frank Drebin, também já interpretado pelo Leslie Nielsen. Quem quiser pode procurar uns vídeos no Youtube, são bem engraçados.

Mudando de assunto:

Filmes com publicitários:
Por um Fio, Do que as Mulheres Gostam e Se eu fosse Você.

Marcadores:

4 Comentários:

Anonymous Igor disse...

Filme muito engraçado, elenco fez bonito nesse filme.

Estou na camapanha "Queremos enzo de volta"

http://voxnerduli.blogspot.com/2008/01/lanamento-da-campanha-queremos-enzo-de.html

12 de fevereiro de 2008 22:35

 
Anonymous thiago disse...

O Leslie fez 82 anos semana passada (eu acho).

O cara do Por um Fio é publicitário ou agente?

Abraços.

12 de fevereiro de 2008 22:59

 
Blogger Marcelo Holanda disse...

Fala Thiago,

não lembro 100% do filme Por um Fio, mas as resenhas do filme falam que ele é um publicitário. A não ser que as pessoas não saibam o que um publicitário faz, daqui a pouco vão chamar açougueiro de publicitário... hehehe

Abs

13 de fevereiro de 2008 10:54

 
Blogger Malu disse...

é, esse filme é um clássico, muito bom...

16 de fevereiro de 2008 14:10

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial