Se você está cansado destes filmes dessa geração Power Rangers, venha conhecer um blog que só vai abordar filmes mais antigos da Sessão da Tarde. São comentários bem humorados envolvendo filmes e a vida.

31 - Grande Dragão Branco

Original: Bloodsport

Lançamento: 26/02/1988

Atores: Jean-Claude Van Damme
Donald Gibb

Diretor: Newt Arnold






É HORA DA PORRADARIA! “Pode vim que quebro geral!”, é assim que eu me sentia depois de ver esse filme, queria sair batendo em todo mundo (sobrava sempre pro meu cachorro). Gostava de encenar esse filme com meus bonecos (He-man, comandos em ação, Tundercats, Barbie... quer dizer, Barbie não, sou porradeiro porra! talvez só o Ken), mas muito violento, sempre saia um braço ou cabeça (meu pai só no prejuízo). Esse filme marcou uma geração e influenciou muitos porradeiros e jujiteiros pelo Brasil (hoje em dia, devem tá queimando índios e espancando empregadas).

Veja o trailer da época (época de Bozo, Papai Papudo, Vovó Mafalda e menino Juca).



Esse filme tem tudo que qualquer jovem gosta: porrada, violência e sangue (não necessariamente nesta ordem). Foi com uma cena do filme que aprendi aquele truque de pegar a moeda antes da outra pessoa fechar a mão (tirava a maior onda...). Tem também a cena que o Van Damme tem que quebrar o último tijolo de uma pilha com um golpe só, para provar que pode entrar no torneio (parece prova de Big Brother). E o velho que treinou ele? Totalmente sado (masoquista é o que gosta de apanhar, depois dou umas aulas de fetiches). O velho ficava com uma varetinha batendo no Van Damme como se ele fosse um cavalinho (upa, upa). Vejam abaixo os treinamentos malucos (quase rasgou o fiofó do Van Damme).



Filme que bombou (se foi por trás, não sei) o belga (sim, quem nasce na Bélgica é belga) Van Damme nos cinemas. Consagrou (?!?!?) e marcou o ator (?!?!?) em filmes (?!?!?) de ação. O mais incrível é que ele nunca despenteia aquele cabelinho de Mauricinho (é peruca aquela porra!) Outro que surgiu e chegou ainda a fazer outros filminhos, como Garras de Tigre, foi o chinês Bolo Yeung (bolo? esse cara deve ser cu doce) que interpretou o vilão Chong Li. Mas o grande cômico deste filme é o lutador americano Ray Jackson, interpretado pelo barbudo Donald Gibb, ele também fez o fortão dos Nerds (só filmão). Abaixo mais uma cena dramática e cheia de romance (mentira, é a mesma porradaria de sempre). Detalhe é que o nome do outro lutador é Paco e ele tem cara de iraniano(???), deve ser legítimo del Paraguay.



Frank Dux é um norte-americano que aprendeu artes marciais com seu maluco, digo, mestre japonês Tanaka (é impressão minha ou todo japonês em Holywood se chama Tanaka? será que além de serem parecidos, todos eles têm o mesmo nome?). Dux resolve entrar no proibido e mortal (nem é tão mortal, acho que só tinha morrido 1 lutador.Mortal é subir em favela no Rio) torneio Kumitê. Chegando lá a porradaria come entre lutadores do mundo todo (isso é mentira, nem vi os lutadores das Ilhas Maurício e Chipre). No fim, ele ganha do Chong Li, dá uns pegas (ou troca calcinhas) com uma reporter e parabéns para o Van Damme e sua peruca.

Cena Inesquecível: Luta final do Frank Dux contra o assassino, mutilador e designer de interior, Chong Li. Eu só não entendo como os estadunidenses sempre ganham dos orientais no final (os orientais não inventam todas essas lutas marciais?).

Veja a luta final do Kumiteu, digo, Kumitê (hehe... engraçado é a mexidinha de peitinho do china, muito gay):



Curiosidade: Na vida real, existiu mesmo um Frank Dux. Ele foi detentor de vários recordes marciais, como o chute e o soco mais rápido já registrados (duvido ser mais rápido que o Sr. Miyagi, pegar mosca com palitinho não é moleza).

Mudando de assunto:

Filmes com correio:
O Carteiro e o Poeta, Náufrago e Homens de Preto 2.

Marcadores:

4 Comentários:

Anonymous Anônimo disse...

a ultima cena do tal Kumioteu... e' do filme cacadores de emocao...

22 de setembro de 2007 10:03

 
Anonymous Mey-Khan disse...

Amigo...
Sou MUITO fã do Van Damme.
E estou simplesmente chorando de rir com essa resenha (Design de Interiores???)!!!!!
Suas jogadas de humor...
Essas piadas rápidas e super bem sacadas...
Em resumo, PARABÉNS!!!
Muito bom MESMO!

22 de setembro de 2007 19:21

 
Anonymous line disse...

Eu só não entendo como os estadunidenses sempre ganham dos orientais no final (os orientais não inventam todas essas lutas marciais?).

depende d q pais e o filme

igual em "O Vôo do Dragão"

o unico filme q o chuck norris perde p alguem

ele nao perderia se o filme fosse americano rrsrsrsr

24 de setembro de 2007 10:30

 
Blogger Murdock disse...

Na verdade, o Bolo Yeoung participou de filme com o Bruce Lee, "Operação Dragão", muito antes desse aí.

28 de janeiro de 2008 02:26

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial