terça-feira, 22 de janeiro de 2008

39 - Howard, o super-herói

Aviso: Esse post é para quem é mais velho e tem, infelizmente, boa memória.

Original: Howard the duck

Lançamento: 01/08/1986

Atores: Lea Thompson
Tim Robbins

Diretor: Willard Huyck





Eleito, na internet, o filme mais tosco da Sessão da Tarde (bem, não tenho muitos argumentos contra essa pesquisa on-line). Posso resumir esse filme em uma palavra: toscaria. Sempre me perguntei: “por que um pato?”. Não poderia ser um jacaré ou um lobo? Tinha que ser um primo distante do Pato Donald? Pelo menos colocaram umas calças no coitado, senão ia ficar batendo um ventinho no fiofó. Nem quando eu era criança esse filme era maneiro, hoje em dia então, é bizarro!

Veja o trailer da época (época em que as crianças se engasgavam com as arminhas dos Comandos em Ação).



Mais um filme onde pequenas pessoas (anões pode dar processo) são exploradas por Hollywood, e pior, em condições desumanas. Vestir aquela fantasia de pato deve ser sufocante (além de ser uma grande sacanagem). Li nos créditos que foram utilizados 6 atores para ser o Howard, sobre isso fica uma questão: será que utilizaram diferentes atores em cada cena ou os atores foram morrendo durante o filme? Sei não... Abaixo a primeira cena onde o Howard é abduzido para o planeta Terra (detalhe pros peitinhos da patinha... alguém curte relações inter-animais?).



Mais uma vez George Lucas deve ter tomados drogas no seu sitio Skywalker e resolver produzir mais um filme tosco (será que Geogie tem tara por anões? Ele utilizou anões em Guerra nas Estrelas e Willow). Engraçado é ver um vencedor de Oscar se sujeitando a um papelão de cientista maluquinho, pois é isso que o Tim Robbins faz (pior que isso, só ser um dos anões que morreram nas filmagens... será?). Outra que “estrela” o filme é a Lea Thompson (não, não é a princesa Leia), ela é a mãe do Marty McFly do De Volta para o Futuro (agora lembrou), e pior que estrelar é ter que “dar” em cima do pato (freak!). Pois é isso que mostra no vídeo abaixo.



A história do filme é sobre um pato (???) que é trazido, sem querer, para a Terra devido a um laser experimental. Mas junto com ele também veio um alienígena maligno que quer dominar o mundo (nossa!! ninguém iria querer perder esse filme!!). Aqui na Terra, Haword conhece uma mulher que vira sua amiguinha (amante??). E todos, junto com o cientista Robbins, tentam acabar com o alien do mal. Filmão!!! Foi tão bom que recebeu o Prêmio Framboesa de Ouro em 1987. Georgie deve ter ficado muito feliz.

Cena Inesquecível: Como todo filme dos anos 80, tinha que ter muita roupa brega, laquê e musiquinhas. A cena final é um show do Haword tocando guitarra com a Sra. McFly cantando (que trash).

Veja a cena do Haword Hendrix (meu Deus! É melhor ser cego do que ver isso):



Curiosidade: Haword, na realidade, é baseado no personagem de história em quadrinhos de mesmo nome, da Marvel Comics. Eu acho muito mais legal do que Homem-Aranha e X-Men... ou não.

Mudando de assunto:

Filmes com médicos:
Médico e o Monstros, Óleo de Lorenzo e Jogos Mortais.

15 comentários:

Alcolyte disse...

Você me informou a premiação, bom, em menos de uma semana, aqui estou eu.

Bom, o filme que escolho é Psicose, de Alfred Hitchoch. Um clássico do suspense!

Abraços

PS1: Alcool light (n eh mas de qualquer forma: shasuhashuasha)
PS2: Se esse filme não puder ser publicado me avise
PS3: Prefiro Xbox 360
PS4: Se puder responder

Abraços!

Marcelo disse...

cara, como assim vc nao gostava desse filme, era muiiiito bom uhasuhasuhasuha

como pode alguem nao gostar de um filme q um pato seduz uma mulher hahahahaa

aceito parceria, grande, abraço

Juliana Freitas disse...

Tosco! Muito tosco!
hahahahahhahahahah

Morrendo de rir aqui, só de lembrar!

Juliana Freitas disse...

Parceria fechada! Seu banner já está lá! =)

Igor disse...

Cara eu lembro(pouco, graças a Allah) desse filme, meio improprio para o horário...

Mas a cena que a mulher fica com pouca roupa, dá um beijo no pato e as penas do bichinho arrepiando não sai da mente. Se eu não estiver enganado, só são mostradas as sombras dos dois.

Abração cara.

Burton disse...

hehehee, eu lembro desse, toscão mesmo, eu tinha medo do vilão desse filme, que era o mesmo ator q faz o diretor da escola do "curtindo a vida adoidado", hehehe, eu era muuuito novo.

Cafeína disse...

hahahahah adoooooooro esse pato!!!

Um sem nada pra fazer disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alcolyte disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alcolyte disse...

Já que psicose não é permitido, que tal "Um Tira Da Pesada"? Foi o filme que levou Eddie Murphy ao estrelato.

Acha que ele é bom, para poder aparecer aqui? (não estou sendo engraçado, acha que ele pode?)

Abraços

Um sem nada pra fazer disse...

ta difícil. vou dar uma pensada :P

Juliana Freitas disse...

http://ai-meus-sais.blogspot.com/2008/01/o-oscar-me-deu-um-selinho-o.html

pega lá o presentinho que deixei pra ti!

Black eyed disse...

Eu adorava esse filme! Vc ja postou mt filme mais tosco do que esse aqui... Howard rulez! Me lembro dele balançando o rabinho e do monstro recarregando energia no acendedor do caminhão... = )

Professora Fabiane disse...

MUUUUUIIIIITOO OBRIGADA! MINHA VIDA FAZ SENTIDO OUTRA VEZ! MUITOS ANOS TENTANDO LEMBRAR DO NOME DESSA OBRA PRIMA CINEMATOGRAFICA E AGORA MINHA INFANCIA, NA FRENTE DA TV SE CONTROLE TE TUBO IMENSO E PRETO E BRANCO VOLTAM À MEMÓRIA !!!!!

Anônimo disse...

AMAVA ESSE FILME! Lembro que não entendia direito o nome do pato, achava que era algo parecido com Albert. Passei anos procurando saber o nome desse filme. Me emocionei, sério.