Se você está cansado destes filmes dessa geração Power Rangers, venha conhecer um blog que só vai abordar filmes mais antigos da Sessão da Tarde. São comentários bem humorados envolvendo filmes e a vida.

24 - Cegos, Surdos e Loucos

Filme escolhido pelo pilantra (no bom sentido) Renato “Google”. Antes que comecem a reclamar, este filme chegou a passar na Sessão da Tarde e depois foi comprado pelo SBT (traidores). Dedico este post aos deficientes áudios-visuais brasileiros, que na maioria das vezes, levam os seus problemas do dia a dia com muito bom humor.

Original: See No Evil, Hear No Evil

Lançamento: 12/05/1989

Atores: Gene Wilder
Richard Pryor
Kevin Spacey

Diretor: Arthur Hiller





Depois de assistir a este filme, gostava de fingir que era cego e tentava fazer as coisas do dia a dia com os olhos fechados (porra, só tinha 9 anos na época... tava na idade). Resultado: pasta de dente na pia, refrigerante derramado no chão e cueca vestida do avesso (bom que dá pra usar o outro lado no dia seguinte... eca!). Este filme me lembra aquela musiquinha do abecedário da Xuxa, onde ela ficava fazendo as letras em linguagem surda-muda (adorava o J que tinha que dar uma viradinha no ar, como uma vírgula... sim, eu ainda me lembro disso). É um filme que faz graça com uma situação inusitada: um cego e um surdo fugindo de bandidos e da polícia. O resultado é uma ótima comédia.

Veja as cenas que os dois se conhecem em 1989 (época que era moda tênis duas cores da Redlay, sem cadarço).


Apesar do filme ser de humor, aborda questões sérias como o fato do cego fingir que enxerga para não se sentir diferente. Mas é impossível não rir quando ele diz que não está enxergando por causa das lentes de contato. As cenas de briga são divertidas, porque o surdo fica dizendo o horário para o cego socar as pessoas (tem uma hora que ele fala 5 para as 3 e confunde o cego... hehe... sacanagem). Outra tática é o surdo andar batendo os pés no chão para que o cego possa escutar e segui-lo, fingindo enxergar (tava na cara que isso não ia dar certo). Veja abaixo a “marcha” do cego:


Gene Wilder e Richard Pryor são reis da comédia e dispensam qualquer apresentação (pra quem não os conhece, vai uma dica: o loirinho encaracolado é o Wilder e o negro é o Pryor. Não tem como errar). Eles são engraçados, sem precisar forçar piadas ou caretas (nada contra o Jim Carey, adoro ele... sem viadagem), o modo deles agirem nas situações são muito hilárias. Kevin Spacey faz junto com a gostosa (não sei o nome e não importa, com aquelas pernas... ui) os bandidos do filme. Até hoje não sei que tipo de sotaque o Kevin Spacey faz, parece italiano, misturado com árabe que resulta em algo parecido com um sotaque jamaicano-senegalês que foi criado por pais baianos (eita!). Abaixo, mais uma ótima cena com a dupla Wilder-Pryor (SHIT, SHIT, SHIT, SHIT... vocês vão entender)


O filme tem uma história muito louca (lógico, tá no título do filme... dã!): um surdo e um cego são acusados de homicídio e ao mesmo tempo, sem querer, roubam uma moeda com um chip eletrônico (coisa de nerd) dos próprios assassinos (putz, isso que é azar. Fiquem longe de mim). Daí para frente, eles têm que fugir da polícia, dos bandidos e ainda superar as dificuldades áudios-visuais. O cego dirige um carro (melhor que o Rubinho), pulam muro, dobermans e um monte de outras situações malucas (esse filme devia ser internado em uma clínica psiquiátrica).

Cena Inesquecível: Cena em que os dois são interrogados na delegacia, onde um viu o crime e o outro escutou, enquanto o outro sentiu o perfume e o outro viu as pernas e... ah!, sei lá... não entendi nada. O delegado fica maluco (muito bom os diálogos).

Veja a cena do bizarro interrogatório (muito bom é o surdo achando que tá com uma doença) :


Curiosidade: Este é o 3º de 4 filmes em que Gene Wilder e Richard Pryor atuaram juntos. Os demais foram O Expresso de Chicago, Loucos de Dar Nó e Um Sem Juízo, Outro Sem Razão.

Mudando de assunto:

Filmes com o capeta:
Coração Satânico, Constantine e South Park: Maior, Melhor e Sem Cortes

Marcadores:

5 Comentários:

Anonymous line disse...

aeeeeee
bem legal esse filme
eu sabia que ja tinha passado no cinema em casa (traidores tsc tsc)
realmente esses dois sao muito bons
eles poderiam ser indicados a rei da sessao da tarde, se tiver a eleiçao hsuahsuahsuhaushaushauha

15 de agosto de 2007 09:41

 
Blogger Marcelo Holanda disse...

Nossa que pressão!! Vou até contratar uma empresa de eventos para organizar a eleição do Rei e Rainha da Sessão da Tarde...hehehe

Em breve, ocorrerão as eleições. Vejam seus candidatos.

Vlw

15 de agosto de 2007 10:44

 
Blogger Willi Lopes disse...

Caramba, nunca consegui assistir esse filme inteiro, sempre pegava pela metade, essa cena da delegacia só fui ver agora, muito loco!rs

Marcelo, vou colocar seu banner no meu blog, seu blog tá muito bacana.

abraço

16 de agosto de 2007 10:18

 
Blogger Ester Beatriz disse...

Pa-ra-béns!!!!
Excelente o seu trabalho no teu blog!!!!
E esse filme em especial eu considero um clássico do humor...a-mo esse filme!!!!
Continue assim! Lembrarei do teu blog, pode ter certeza!
Sucesso pra ti!

28 de agosto de 2007 13:19

 
Blogger Ester Beatriz disse...

Posso dar um pitaquinho?????
É sobre o seu layout. Esse com cara de blogspot tá matando teu blog. Por que você não tenta alguns desse link: http://www.pannasmontata-templates.net/templates/blogger-templates-01-10/ (são 60 modelos)
Como seu tema é cinema achei esse aqui bem legal: http://nea.ngi.it/templatesblogger/sample/57-tango.htm
É só uma sugestão e desculpa se eu estiver sendo abelhuda, mas é por experiência própria. Também comecei com um lay assim e enquanto eu não mudei, meu blog não saía do lugar. E você tem um conteúdo fantástico desperdiçado pelo visual.
Só um conselho de blogueira...
Sorry.... ;)

28 de agosto de 2007 13:43

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Início