Se você está cansado destes filmes dessa geração Power Rangers, venha conhecer um blog que só vai abordar filmes mais antigos da Sessão da Tarde. São comentários bem humorados envolvendo filmes e a vida.

19 - Inimigo Meu

Original: Enemy Mine

Lançamento: 20/12/1985

Atores: Dennis Quaid
Louis Gossett Jr.

Diretor: Wolfgang Petersen




Alguém se lembra deste filme ou vou falar sozinho neste post? (será que tô ficando muito velho?). Foi difícil encontrar qualquer coisa desse filme na internet (tem coisas que nem o google ou youtube salva). Mas para aqueles que lembram, tenho certeza que já tentaram falar igual aquele réptil alienígena (Daaaavidddd), a voz é como se ele estivesse gargarejando (parece com o Galvão Bueno quando fala “Rrrrrooonaldinho”). Para época era um filme diferente e cheio de efeitos especiais (hoje em dia são toscos, só isopor, hehehe).

Veja o trailer da época (época que a Xuxa era” xuxexo”).



Duas coisas que nunca entendi direito neste filme. Primeiro, o réptil tem um nome, Jerry, mais humanizado que o próprio humano chamado Willis (é como conhecer um Alfred e ele não ser mordomo). A outra questão é que o alien fica grávido! Não sei, mas aquela história do alien ser hermafrodita é meio estranha. Acho que a história é outra... Os dois sozinhos no planeta, caçando juntos, hormônios a flor da pele, dormindo juntinhos em conchinha... acho que rolou uma copulação (sei lá... não existe pedofilia, zoofilia, pansexualismo, de repente existe um alienfilia?).

Dennis Quaid foi mais um ator que só fez sucesso nos anos 80. Atuar em Inimigo Meu e ter se casado com a Meg Ryan foram os maiores momentos de sua vida (gatinha ela... ui). Pior para o ator que faz o cara de réptil, Louis Gossett Jr, que passa o filme inteiro com maquiagem e ninguém sabe quem é ele (outro exemplo foi o Darth Vader que foi interpretado pelo Brad Pit... hehehe, calma, é mentira).

A história é sobre dois guerreiros do planeta Terra e Dracon (não conhece? ali dobrando a esquerda de Plutão) que aterrissam num planeta deserto e vazio. Como só tem os dois, eles são obrigados a deixar as diferenças de lado e unir forças (uniram tanto que tiveram um filhinho...). Depois Jerry engravida (não sei nem explicar, vai perguntar pro seu pai) e nasce um alienzinho (é a cara da mãe-pai-alien-hermafrodita... sei lá) e Willis tem que ajudar a criar o filhinho até conseguirem sair do planeta. Esse drama familiar no fim é totalmente desnecessário, é Hollywood tentando passar uma mensagem de fraternidade para o mundo (mas só depois de lançar Massacre da Serra Elétrica e Hellraiser, outros dois filmes muito educativos).

Cena Inesquecível: A cena em que Willis é pego por um monstro e puxado para um buraco na areia, mas Jerry (não é o Seinfeld) o salva.

Curiosidade: Esse filme só foi fazer sucesso quando foi lançado em vídeo, sem muito público nas bilheterias (acho que rolou uma preguiça do público, devia ser inverno).

Sei que essa foto não tem nada a ver com o filme, mas dá mais audiência ao blog. Além dela ser linda (ai ai).

Mudando de assunto:

Filmes com brasileiros:
As panteras 2, Orquídea Selvagem e Táxi.

Marcadores:

36 Comentários:

Anonymous Daniela Mann disse...

Espectacular! Recordar é viver!

29 de julho de 2007 18:24

 
Blogger Murdock disse...

Ah, que isso, Denis QUaid fez outros dois filmes de sucesso, pelo menos na sessão da Tarde: A Fera do Rock, sobre Jerry Lee Lewis e Viagem Insólita, do piloto dentro de um humano pilotando uma nave.

28 de janeiro de 2008 12:44

 
Anonymous Edu disse...

cara eu lembro direitinho desse filme!
Maravilha!!!

17 de março de 2008 12:02

 
Blogger Celo disse...

EXCELENTE FILME, UM DOS MELHORES QUE EU JÁ ASSISTÍ, NO GÊNERO. O FILME TÊM UMA BELA E INTELIGENTE HISTÓRIA ENTRE 2 INIMIGOS ESPACIAIS QUE SE OBRIGAM À DEIXAR AS DIFERENÇAS DE LADO E SE UNIREM E SE AJUDAREM, PARA CONTINUAREM VIVOS. QUERIA VER ESSE FILME NOVAMENTE, É UM DAQUELES FILMES CLÁSSICOS QUE VOCÊ PODE VER 100 VEZES E NÃO ENJOA. EXCELENTE.

30 de junho de 2008 22:38

 
Anonymous Cleuby disse...

Fui ver no cinema, muito loco esse filme...

17 de julho de 2008 16:57

 
Anonymous Anônimo disse...

Vi o filme, e ja procurei pra assitir outra vez e não encontrei, se alguem tiver um link pra download pra manda ficarei grato, pois quando assiti esse filme tinha apenas 10 anos e hoje tenho 28, tempão hein.

28 de agosto de 2008 09:49

 
Anonymous Luciano RJ disse...

Esse filme ta passando agora no Telecine Cult. Muito bom, acho que não via desde os meus 10 anos tb.

30 de agosto de 2008 20:58

 
Blogger ALBATROZ disse...

Tenho 25 anos e já assisti Inimigo Meu que por sinal é um filme EXCELENte. O filme vai fazer uns 23 anos e é um dos melhores que já vi. Os efeitos especiais, para a época, foram bem feitos e a história é muito interessante.A galera mais nova que não viu deveria assistir, pois tem muito filme antigo que bota no chinelo muito filme novo em que o cara da um tiro e mata 20 como essas coisas horrorosas que a gente vê por aí.

1 de setembro de 2008 18:53

 
Anonymous Paula disse...

Gente, esse filme é demais , acabei de assistir de novo no telecine cult, realmente marcou época, pois todos no colégio, na época é claro, tentá-vamos imitar o Jerry, saudades....

19 de setembro de 2008 19:53

 
Anonymous Anônimo disse...

PARABÉNS A QUEM ASSISTIU E SE LEMBRA DO FILME...UMA INESQUECIVEL ESTORIA DE AMIZADE!!!!!!!!!!! AMIGO É ASSIM.....

17 de dezembro de 2008 09:20

 
Anonymous Anônimo disse...

se alguem souber como ou onde conseguir este filme para download de preferencia.. por favor mande um email para tiago.mvie@gmail.com obrigado.

22 de dezembro de 2008 13:11

 
Anonymous Anônimo disse...

Não sei como ninguém lembrou ai que o filho do Alien, falava meio que igual o pai...rsrsrs
Ele vivia pulando gritando "tioooooooo", se dirigindo para sua "mamãe", que lhe ensinou é claro a jogar Futebol Americano (até isso Hollywood enalatava para mundo) com o casco daquele bicho que serviu de teto pra casinha deles... na verdade o casco era cuspido pelo bicho da areia!!!
hauhauhauhauhaua
Quem lembra???

Tioooooooooooooooooooooooooooooo

23 de dezembro de 2008 15:55

 
Anonymous Anderson disse...

kkkkkkkkk
sua interpretação do filme foi muito ilária gostei mesmo...principalmente a parte q vc explica como possivelmente se forma um feto alienigina no buxo do alien..kkkkkkkkkkkkkkk
Conxinha é???kkkkkkkkk
valeu mermo!

24 de dezembro de 2008 23:23

 
Blogger Francisco disse...

Achei em espanhol

http://www.megavideo.com/?v=GWGJJFY1

28 de fevereiro de 2009 20:12

 
Blogger Francisco disse...

Agora em ingles com legenda em portugues. Muito bom mesmo. Tenho 29 anos e assisti quando tinha uns 13 anos.

http://www.upifilmes.com/2009/01/inimigo-meu-dvdrip-rmvb-download-filme.html

28 de fevereiro de 2009 20:30

 
Anonymous Anônimo disse...

Lembra que o menino dizia: Tioooo quatro, cinco???
Meus filhos adoravam ficar repetindo isso.

19 de março de 2009 15:11

 
Anonymous Anônimo disse...

FAZ MUITOS ANOS QUE COMENTO COM AMIGOS SOBRE ESSE FILME QUE EU VI NA SESSAO DA TARDE E NINGUEM SE LEMBRA EU TINHA 9 ANOS QUANDO EU VI E A CENA QUE EU MAIS GOSTO E AQUELA QUE ELE FALA TIO EU NAO QUERIA SER UM TRAK

25 de março de 2009 17:13

 
Blogger Lady Deborah Christie disse...

Inacreditável, Eu hoje postei uma pergunta no Yahoo para saber quem viu esse filme e claro me informar o nome dele.
Num instante chegou a resposta...
http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20090604105610AAUYHS7&r=w

Eu há muito tem quero assistir este filme.
Vi várias vezes na sessão da tarde!!!
Valeu por postar sobre o filme...

4 de junho de 2009 15:36

 
Blogger Luciano disse...

Sempre quis assistir esse filme d novo, seria uma viagem no tempo !!

Só corrigindo o que falaram a cima, o correto é Drak, não Trak.

A cena do bicho na áreia marcou mto.

Abraços,

12 de junho de 2009 02:03

 
Blogger Marcela disse...

Obrigada Marcelo!!! Não se acha quase nada sobre esse filme na internet. Clássico da Sessão da Tarde. Bjs

12 de setembro de 2009 14:50

 
Blogger Gustavo disse...

com certeza esse filme eh mto bom pra época, principalmente se formos pensar na histórica guerra fria, outro filme interessante do genero seria Robison Crusoe.

27 de setembro de 2009 22:20

 
Blogger Karkarah disse...

O nome do alien do Louis Gossett Jr. é Jeriba Shigan, e só muda pra 'Jerry' pra facilitar.

5 de outubro de 2009 01:21

 
Blogger Zula Quintela de Souza disse...

Esse filme marcou minha vida!!!como gostaria de revê-lo, mas não sei como!!!!!!

21 de janeiro de 2010 20:57

 
Anonymous Anônimo disse...

E ae Marcelo? Gostei do post... ri pacas também... Estou preparando uma avaliação sobre esse filme para meus alunos no curso de Filosofia. Suas críticas são contextualizadas, parabéns! Os drac's não conseguiram sobreviver se aquele que pariu morre... muito estranho!!! Aliás rolou sexo bizarro!!! Hehehehehe

6 de março de 2010 09:19

 
Anonymous Anônimo disse...

Esse filme é fntastico, já faz tempo q tento ver novamente esse filme,ñ conseguia, mais incrivel é q digo a minha filha os filmes antigos q mais gostei, e esse é um deles. massa.

21 de maio de 2010 12:52

 
Anonymous Anônimo disse...

O filme é muito bom, recheado de metáforas sociais: princípios de amizade, lealdade, convivância com as diferenças e outras. Claro, algumas coisas não são bem explicadas... mas gente, é uma ficção! E convenhamos, nós aturamos as novelas ridículas da Globo!

7 de agosto de 2010 12:36

 
Anonymous Anônimo disse...

Eu lembrava ter visto um filme como este quando criança mas não lembrava muito da história... demais, valeu a recordação...

Agora, quem lembra de um tenn movie recorrente no "Cinema em Casa" (sbt) que sempre tinha uma galerinha em um avião, acho que eles tavam fazendo curso pra trabalhar com aviação, queria saber o nome deste filme....

30 de agosto de 2010 15:21

 
Blogger Ponto G disse...

Este comentário foi removido pelo autor.

11 de setembro de 2010 21:23

 
Anonymous Juliana Ladeira disse...

Eu particularmente, mesmo havendo algumas coisas sem nexos, como, por exemplo, o nome do Alien e a gravidez, eu não me canso de assistir! O tenho em meu PC e assisto quase sempre. Sempre dou risadas com o Jerry aprendendo Inglês, a parte do MERDA, A cabeça feia do Daaaaavidddd, o BACK HOME, o Zammis aprendendo a jogar futebol... Enfim, nasci no ano do filme, em 1985, acredito tê-lo visto pela primeira vez aos 10 anos, e o achei há poucos meses na net. Não quero perdê-lo mais nunca, pois, contudo, ele tem uma lição de moral; aprender a conviver com as diferenças.

11 de setembro de 2010 21:23

 
Anonymous Anônimo disse...

Seus comentarios é que são toscos, isso sim...

11 de outubro de 2010 17:16

 
Blogger Paula Adriana disse...

Olá, vi seu blog, comentando sobre esse filme e resolvi entrar.Adoro esse filme e todas às vezes que passa no TNT ou canal que o valha eu assisto. Acho super bacana. É certo que os efeitos são toscos e tudo mais, mas nunca vi esse filme como ficção científica, mas um filme sobre amizade. O alien tem esse nome, porque Willis coloca, pois o nome dele é quase impronunciavel.
Quanto a língua que o Jerry fala, o draque, o filho de uma amiga minha quando bebê falava igualzinho!!!! Na pedagogia e na fonodiaulogia, nos dizemos que a criança ao se comunicar assim ela vibra. Mas passa logo, só nos primeiros dois anos quando ela está no processo inicial de fala.

31 de maio de 2011 21:38

 
Anonymous Anônimo disse...

Caramba, quanta gente gostou desse filme. Achava que eu era um dos poucos, assim como o chefe do blog (sorry!). Quem quiser, pode baixar na net, pelo uTorrent. Tem muitos seeders, e baixa bem rápido.
Dos melhores da minha vida. Abraços.

2 de julho de 2011 13:35

 
Blogger Rafael Lazaro disse...

Cara, estava fora do Brasil e falei desse filme esses dias. A mesa do bar ficou calada: ninguém conhecia!!! rsrsrs Cheguei hoje e fui procurar informação, pois estava me sentindo sozinho em minhas memórias de sessão da tarde da década de 80. Depois de entrar no blog descobri que não sou o único maluco com boa memória!! rsrs Bom compartilhar essa lembrança com vcs. Abração

19 de janeiro de 2012 00:27

 
Anonymous Anônimo disse...

Para mim esse filme é maravilhoso e tocante,fala de amizade com suas diferenças,lealdade,respeito e diferença entre povos e raças.

22 de março de 2012 20:01

 
Blogger Lara Semac disse...

Pense em um filme com um enredo fantástico, já valendo a penas só pelo seu conteúdo filosófico, fora a fotografia que para a tecnologia da época (1985) era algo exuberante, além da escolha dos atores. Só elogios a Dannis Quaid como ator e, além deste, três filmes com ele, atuando como protagonista, me marcaram: Viagem Insólita, Savior e O dia depois de amanhã. A melhor cena para mim é quando Davidge diz que o grande Professor do nosso planeta é o "Camundongo Mickey". Simplesmente hilário.

1 de dezembro de 2012 16:13

 
Blogger Klaudio Silva disse...

Excelente filme, eu ainda assisti esse filme no supercine de sabado (idos dos anos 80).
Não fizeram justiça nos comentários ao ator Louis Gosset Jr. que segundo a critica especializada, fez neste filme sua interpretação mais impecavel. Filmaço.
Apesar da qualidade dos efeitos visuais (vamos dar credito q naquela epoca esses efeitos eram top) os filems de ficção cientifica dos anos 70 e 80 tinham estórias bem mais envolventes que os atuais. Hoje com um mac e o adobe after effects vc faz em casa algumas coisas q eram impossiveis para epoca.

14 de fevereiro de 2013 12:25

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Início